Mail: saocarlosaquiagora@saocarlosaquiagora.com.br



Publicado em 10/Novembro/2018

POLICIA APREENDE ADOLESCENTE SUSPEITO DE TER MATADO MAICKON BOOKER

Um Jovem de 14 anos foi apreendido pela DIG de São Carlos por latrocínio na quinta-feira  dia 8, ele teria assassinado o fotógrafo e professor de dança Maickon Booker, de 33 anos na noite de domingo (4). O corpo foi encontrado no apartamento onde morava na manhã de segunda-feira dia 5.  

Mayckon Booker, que era fotografo e vídeo maker já tinha se apresentado cantando no programa 'Ídolos', da TV Record, em 2007. Já em 2010, ele participou com um número de dança no programa Já em 2010, ele participou com um número de dança no programa 'Qual é O Seu Talento', do SBT. 

O suspeito afirmou que há cerca de três anos conheceu o Mayckon na escola, local onde a vítima ministrava aulas de dança. A partir disso, eles criaram uma amizade e um frequentava a casa do outro.  

No dia do crime, o adolescente explicou que encontrou o fotógrafo em um sacolão e foi convidado por ele para assistir um filme à noite. Por volta da meia noite, ele foi até o apartamento do Mayckon e, segundo contou ao delegado Gilberto de Aquino, levou uma faca porque está sendo ameaçado por conta de uma dívida de drogas. No entanto, não quis revelar quem é o traficante que o ameaçou.  

"Ele falou que chegou na casa, o Mayckon desceu, abriu a porta, eles sentaram e começaram a conversar. Ele [adolescente] falou que queria assistir o filme de um ninja 2, de ação. No início do filme o Mayckon apagou a luz do estúdio e se aproximou do jovem. Ele fala que o Mayckon foi para cima dele com interesse sexual. Começou o alisá-lo, passar a mão nele, o que ele não aceitou. Ele pegou a faca e desferiu um golpe nas costas e empurrou a vítima. No que empurrou, a vítima saiu, ele foi atrás e desferiu outro golpe no peito", explicou o delegado Gilberto de Aquino.  

Em seguida, com a vítima caída no chão, o suspeito pegou um telefone celular, uma máquina fotográfica e foi embora. Relatou que escondeu a máquina e o celular em matagal e jogou a faca. Além disso, o suspeito também trocou a roupa com sangue e voltou para casa. 

O delegado explicou que as câmeras de segurança do prédio filmaram a chegada e saída do adolescente e que  ele teria ficado apenas cerca de 10 minutos no apartamento, o que reforça a suspeita da polícia de que o adolescente teria ido ao local para roubar o fotógrafo.  

Família de fotógrafo morto diz que adolescente mentiu sobre assédio sexual

Familiares e amigos pretendem fazer uma manifestação neste sábado.

O Delegado Aquino responsável pelo caso disse a imprensa qu e "Dentro da experiência profissional que nós temos, esse crime não foi um homicídio, foi um latrocínio. Esse menino é um dependente químico, ele usa entorpecente, ele deve estar devendo entorpecente para alguém. Tem dívida de tráfico de drogas. Ele não quer falar quem é o traficante, mas ele deve. Ele conhecia a vítima, já havia frequentado o estúdio da vítima, sabia que ela poderia ajuda-lo".  

 

Comentários

Comente sobre a noticia

aceito os termos e condições de uso

 


Gerenciador de banners
Gerenciador de banners

Cadastre-se

E Receba Nosso Boletim Semanal de Notícias

Digital Newsletter
Nome: Email: