Mail: saocarlosaquiagora@saocarlosaquiagora.com.br



Publicado em 11/Março/2019

Câmara Municipal realizou sessão comemorativa ao Dia Internacional da Mulher e Azuaite homenageou a professora Dani Cicarelli

O Vereador Azuaite Martins de França PPS  presidente da Comissão  de Educação, na sessão solene realizada no Teatro Municipal em, comemoração ao Dia Internacional da mulher  indicou para ser homenageada pela edilidade a Professora Daniela Cristina Nunes – Dani Cicarelli.

Dani  Cicarelli foi homenageada em função de sua rica historia de vida   de contribuições à educação,  a sua militância em defesa das mulheres dos negros e negras, da inclusão social e do seu trabalho na periferia e favor da  inclusão social e da conscientização política.Muitos obstáculos com o preconceito ela venceu um a um.

QUEM É A PROFESSOARA  DANIELA CRISTINA NUNES  DANI CICARELI ?

O ponto de partida é uma infância repleta de aprendizado, luta e resistência.

Aos nove anos Daniela já trabalhava como babá, para ajudar em casa e também para sua própria diversão, cresceu num lar que tinha como base mulheres fortes e decididas, vivia com sua mãe, tias, tios, primas e primo.

Sempre se dedicou muito aos estudos e frequentou escolas de qualidade como por exemplo Coronel Paulino Carlos e colégio Machado de Assis.

Entretanto não foi fácil se manter firme dentro do ambiente escolar, sofreu bullying por ser uma das poucas crianças negras a freqüentarem essas escolas.

Mas isso não impediu Daniela de continuar a trilhar seu caminho, após a conclusão do ensino fundamental, passou a estudar na escola Dr. Álvaro Guião onde mesmo sendo uma das únicas pessoas negras, encontrou um ambiente um pouco diferente dos anteriores.

Ali  firmou amizades que cultiva até hoje, se destacou no time de vôlei, participando e vencendo campeonatos onde representava a escola junto de suas companheiras e prosseguiu acumulando conquistas.

Dos treze aos quinze anos trabalhou como doméstica e após um período, começou a trabalhar num salão de beleza que foi muito importante para seu crescimento e aprendizado.

Enquanto conciliava o trabalho com os estudos, Daniela passou a frequentar um curso de modelo que foi muito benéfico para ela, graças ao curso pode desfilar em diversos lugares e conquistar inúmeros títulos como Miss São Carlos, Rainha do Clima, Miss Simpatia e através do clube Flor de Maio foi nomeada representante da beleza negra.

Sempre tendo apoio de sua família mas principalmente de seu primo Samuel Ângelo, cabeleireiro renomado da época.

Temendo não ter recursos para ingressar no ensino superior e realizar seu sonho de ser professora prestou o vestibulinho e assim passou a frequentar o CEFAM (Centro Específico de Formação e Aperfeiçoamento do Magistério) que foi mais uma oportunidade de adquirir novos aprendizados, crescer e conhecer novas amizades.

Cursou o CEFAM durante 4 anos no período integral, conciliando com os estudos no Álvaro Guião que ocorriam durante a noite e com o trabalho aos sábados.

 Mesmo sendo uma mulher muito forte e batalhadora, ela não deixou de ser alvo da violência, violência esta contra as mulheres  que perdura até os dias de hoje e infelizmente só tem crescido.

Esse episódio traumático em sua vida causado por um monstro acabou distanciando Daniela de sua mãe, que foi acolhida por seu tio que sempre foi sua única figura paterna presente, o momento era de tensão, mas, apesar de diversos obstáculos, ela não se deu por vencida e passou por cima de tudo.

Concluiu seu curso e continua batalhando para realizar seus sonhos e atingir suas metas, passou na FUVEST, entretanto não pode se matricular por conta de adversidades maiores, mas isso não impediu que Daniela ingressasse num ensino superior, onde se formou.

 Atualmente a professora Daniela é casada, mãe de três filhos, ainda não realizou todos seus sonhos e sabe que ainda existe um longo caminho pela frente, mas quando se valoriza as conquistas já alcançadas e possui determinação e fé, qualquer distância se torna pequena. Esse é o resumo da história de uma mulher de fibra e caráter inestimáveis pela perspectiva do fruto de sua força de vontade.

 Foram  prestadas homenagens oficiais a mulheres de destacada participação em diversos setores de atividade no município. Atendendo assim a Lei Municipal No. 14.429, de 28 de março de 2008.

 

 

Comentários

Comente sobre a noticia

aceito os termos e condições de uso

 


Gerenciador de banners
Gerenciador de banners

Cadastre-se

E Receba Nosso Boletim Semanal de Notícias

Digital Newsletter
Nome: Email: